"Atentado suicida foi sabotagem", diz Abbas

O atentado suicida ocorrido nesta quinta em Tel Aviv, no qual ficaram feridas pelo menos 28 pessoas, é um ato para sabotar as eleições legislativas palestinas previstas para o dia 25 deste mês, afirmou o presidente palestino, Mahmoud Abbas."Isto é uma sabotagem e tem como objetivo sabotar as eleições, não só as eleições mas também a segurança dos palestinos", disse Abbas em sua sede de Ramallah.Abbas se comprometeu a encontrar e punir os responsáveis pelo ataque. "Os culpados devem ser punidos", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.