Atentado suicida mata 29 em Bagdá

BAGDÁ

, O Estado de S.Paulo

29 de agosto de 2011 | 00h00

Em Bagdá, 29 pessoas morreram e outras 38 ficaram feridas ontem após um atentado suicida na maior mesquita sunita da cidade, no bairro de Al-Jamiah. Segundo uma autoridade do Ministério do Interior iraquiano, o homem-bomba entrou no templo de Um al-Qura, misturou-se aos fiéis e detonou seu cinturão de explosivos após o fim das orações.

O atentado ocorreu nos últimos dias do Ramadã - que termina amanhã. Entre os mortos está o deputado Khalid al-Fadawi. Apesar de ataques desse tipo serem uma marca da Al-Qaeda, nenhum grupo reivindicou imediatamente a responsabilidade pelo atentado. Ainda ontem, outras nove pessoas morreram e pelo menos duas ficaram feridas em outros ataques em diferentes partes do Iraque. / AP e REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.