Atentado suicida mata ao menos 15 pessoas em mercado no Paquistão

Explosão deixa ao menos 25 feridos; mais de 40 estabelecimentos sofreram danos

Efe

08 de dezembro de 2010 | 08h46

Equipes de resgate levam feridos para hospitais após a explosão.

 

ISLAMABAD - Ao menos 15 pessoas morreram nesta quarta-feira, 8, e 25 sofreram ferimentos em um atentado suicida em um mercado do noroeste paquistanês, informou uma fonte policial.

 

O atentado ocorreu no distrito de Kohat, onde segundo uma fonte o suicida detonou os explosivos dentro do mercado, que estava lotado. As forças de segurança seguiram para o local do incidente, enquanto os feridos estão sendo levados para hospitais próximos.

 

Mais de 40 estabelecimentos da região sofreram algum tipo de dano por causa da explosão, como detalharam canais de televisão locais. No local há uma estação de ônibus com destino à região tribal de Orakzai, onde o Exército desenvolve atualmente uma operação contra a insurgência Taleban.

 

Há dois dias, 40 pessoas morreram em duplo atentado suicida contra sede governamental do comitê de paz em uma cidade na fronteira com o Afeganistão. O Exército paquistanês combate atualmente à insurgência em inúmeras frentes das áreas tribais e no limítrofe noroeste.

 

Os Estados Unidos pressionam o Paquistão para lançar ofensiva no Waziristão do Norte, local em que abriga facções do Taleban afegãs e paquistanesas e membros da rede terrorista Al-Qaeda, mas por enquanto o Exército se mostra contrário.

Tudo o que sabemos sobre:
Paquistãoexplosãoterrorismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.