Atentado suicida mata governador afegão

Um atentado suicida matou três pessoas, incluindo o governador da província afegã de Paktika, informa a polícia. Três outras pessoas ficaram feridas pelo atentado, realizado do lado de fora da residência do governador Abdul Hakim Taniwal, na cidade de Gardez, capital da província. Segundo as autoridades, um homem-bomba detonou os explosivos atados a seu corpo enquanto o governador deixava a residência.Os outros mortos são um guarda-costas e um secretário do governador, de acordo com o porta-voz do Ministério do Interior, Yousef Stanezai. Três policiais que faziam a segurança da casa ficaram feridos.Extremistas ligados ao Taleban vêm intensificando seus ataques no Afeganistão, incluindo a realização de atentados suicidas.Na sexta-feira, um suicida dirigindo um carro-bomba atingiu um comboio militar americano nas proximidades da Embaixada dos Estados Unidos, matando 16 pessoas, no pior ataque suicida desde a queda do regime fundamentalista islâmico, em 2001. Um homem que se identificou como porta-voz do taleban reivindicou a autoria do ataque de sexta. Não houve, ainda, reivindicação da morte do governador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.