Atentado suicida mata importante líder tribal no Afeganistão

Ataque deixou 15 mortos no total; líder morto havia participado da campanha contra a ocupação soviética

Agência Estado,

22 de fevereiro de 2010 | 10h33

Um suicida matou 15 pessoas em um atentado no leste do Afeganistão nesta segunda-feira, segundo um funcionário da polícia. Entre as vítimas está Mohammad Zaman, um importante líder tribal, disse a fonte.

 

O general da polícia Mohammad Ayub Salangi afirmou que o agressor detonou seus explosivos perto de um pequeno grupo de lideranças tribais e de trabalhadores do

VEJA TAMBÉM:
especial Especial: 30 anos de violência
governo, enquanto eles se reuniam na segunda-feira com algumas centenas de refugiados afegãos que recentemente haviam retornado do Paquistão.

 

Salangi disse que 15 pessoas foram mortas na explosão da província de Nangarhar e pelo menos 15 outras ficaram feridas. Entre os mortos estava Mohammad Zaman, um influente líder tribal da área, que foi no passado um combatente mujahidin. Ex-líder militar afegão, da etnia majoritária pashtun, Zaman liderou uma força com milhares de homens na campanha contra a ocupação soviética no Afeganistão (1979-1989). As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Afeganistãoatentado. suicida

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.