Atentado suicida mata policial no Paquistão

Um atentado suicida matou neste domingo um agente de polícia em uma rodovia ao sul de Islamabad, a capital do Paquistão, um dia após o exército tomar o controle da cidade de Kotkai, onde nasceu o líder taleban paquistanês Hakimulá Mehsud e um de seus principais assessores, Qari Hussain.

AE-AP, Agencia Estado

25 de outubro de 2009 | 12h35

Militantes talebans têm realizado ataques pelo país em resposta a uma forte ofensiva do exército por ar e terra na região de Waziristán do Sur, testando a capacidade dos soldados de enfrentar a insurgência.

O governo dos EUA tem apoiado a operação militar no noroeste do país porque acredita que os milicianos estejam protegendo líderes da al-Qaida na região e participando de ataques contra soldados norte-americanos e da Otan no Afeganistão.

Tudo o que sabemos sobre:
PaquistãoAtentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.