Atentado suicida no Sri Lanka deixa pelo menos sete feridos

Segundo a polícia, autor do ataque pertencia ao grupo armado Tigres de Libertação da Pátria Tâmil

Efe,

29 de fevereiro de 2008 | 02h40

Pelo menos sete pessoas ficaram feridas nesta sexta-feira, 29, entre elas três policiais, devido a um atentado suicida em uma casa próxima ao porto de Colombo, no Sri Lanka. A explosão ocorreu às 06h10 hora local (21h10 de Brasília), em Aluthmawatte, quando um insurgente explodiu a carga explosiva que levava junto ao corpo perto de uma patrulha da Polícia que tinha isolado sua casa dentro de uma operação de segurança, disse à agência Efe o porta-voz do Exército, Udaya Nanayakkara. Nanayakkara afirmou que o autor do ataque pertencia ao grupo armado Tigres de Libertação da Pátria Tâmil (LTTE), que reivindica um Estado independente no norte e no leste da ilha, onde a etnia tâmil é majoritária.

Mais conteúdo sobre:
Sri Lankaatentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.