Atentado tira Bush do jogo de golfe

Menos de meia hora antes de ser divulgada a notícia da explosão diante da sede da ONU em Bagdá, o presidente americano, George W. Bush, havia expressado sua satisfação com a prisão do vice-presidente iraquiano, Taha Yasin Ramadan, mas ao saber do fato interrompeu uma partida de golfe em Waco, no Texas. Logo depois de expressar sua intenção de continuar buscando pelo ex-presidente Saddam Hussein, o carro-bomba explodiu em Bagdá, deixando dezenas de pessoas feridas, entre elas o chefe da missão da ONU em Bagdá, Sérgio Vieira de Mello.Bush interrompeu por duas vezes a partida de golfe para falar com sua assessora de Segurança Nacional, Condoleezza Rice, e interrompeu o jogo no 12º buraco e voltou para seu rancho em Crawford. ?Ele decidiu voltar para o rancho para acompanhar os eventos relacionados ao atentado?, disse seu assessor de imprensa, Scott McClellan. Em Washington, o secretário de Estado Colin Powell telefonou para o secretário-geral da ONU, Kofi Annan, para expressar sua preocupação com o ocorrido e se colocar à disposição das Nações Unidas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.