Atentados a bomba deixam quatro mortos no Iraque

Uma bomba enterrada em uma rua explodiu hoje perto de uma multidão de peregrinos que se preparava para comemorar a cerimônia mais solene no calendário muçulmano xiita, matando três deles e ferindo 31. A explosão aconteceu no fim da tarde (horário local) em um bairro bagdali que é majoritariamente sunita. Insurgentes árabes sunitas têm atingido com frequência santuários e peregrinos sunitas. Em outro ataque a bomba, uma pessoa foi morta em Kirkuk, no norte do Iraque.

AE, Agência Estado

14 de dezembro de 2010 | 14h51

Os peregrinos de Bagdá se dirigiam à cidade de Kerbala para o festival da Ashura, que marca o aniversário da morte do ímã Hussein, assassinado no século VII d.C. A morte de Hussein provocou a divisão histórica no Islã entre sunitas e xiitas.

Médicos em dois hospitais de Bagdá confirmaram as mortes. Todos falaram sob anonimato. Em outro atentado, na cidade de Kirkuk, a explosão de uma bomba matou um pedestre e feriu duas pessoas, informou a polícia local. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraqueatentadosbombamortes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.