Atentados com explosivos matam 14 civis no Iraque

Alvos na cidade sunita de Baqba foram atacados por militantes

AE, Agência Estado

10 de setembro de 2013 | 09h49

BAGDÁ - Uma nova onda de ataques com explosivos no Iraque matou, pelo menos 14 civis e feriu dezenas nesta terça-feira, 10, em meio a tentativa dos rebeldes de explorar a instabilidade política no país e prejudicar os esforços do governo de manter a segurança.

O incidente mais sangrento aconteceu perto da cidade de Baqouba quando três carros-bomba explodiram perto de mercados à céu aberto. O ataque matou, pelo menos, 10 civis e feriu 34, segundo um oficial da polícia. Antigo reduto da Al-Qaeda, Baqouba fica a 60 quilômetros de Bagdá.

Outro oficial da polícia disse que uma bomba escondida dentro de uma cafeteria na cidade de Latifiyah matou quatro pessoas e feriu 14. A cidade fica localizada a 30 quilômetros da capital do Iraque.

Nenhum grupo reivindicou a responsabilidade pelos ataques. Mas carros-bomba e ataques coordenados contra civis e forças de segurança são uma tática do braço iraquiano da Al-Qaeda./ AP

Mais conteúdo sobre:
Iraquecarros-bomba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.