Atentados contra quatro mesquitas no Iraque matam seis

Pelo menos quatro mesquitas sunitas foram atacadas nesta sexta-feira durante a oração do meio-dia, três delas em Bagdá e uma em Baquba (60 quilômetros ao nordeste), matando pelo menos seis pessoas e ferindo dezenas.Segundo fontes policiais, os atentados na capital ocorreram nos bairros de Waziriya e Al-Jihad. Os terroristas utilizaram carros-bomba, artefatos explosivos e metralhadoras.Estes atentados ocorreram apesar de o governo ter decretado a proibição do tráfego na capital entre as 11h e as 15h (hora local), por temor de atentados contra os templos.No bairro de Al-Jihad (oeste), um carro-bomba explodiu junto à mesquita Fakhri Ibrahim Shanshal no momento da oração, e, em seguida, vários homens atacaram o templo e abriram fogo com suas metralhadoras. Três pessoas morreram e sete ficaram feridas.Em Waziriya (norte de Bagdá), a mesquita de Al-Nida foi atacada com uma bomba, que matou duas crianças e feriu outras três.Outra mesquita do mesmo bairro também foi atacada por uma bomba, mas não há vítimas.Em Baquba, 60 quilômetros ao nordeste de Bagdá, outra mesquita sunita também foi alvo de uma explosão, que deixou um morto e seis feridos, segundo as fontes.Estes atentados ocorreram um dia depois de 13 pessoas, neste caso xiitas (muitos deles iranianos), serem assassinadas em Kufa por um terrorista suicida que conduzia um carro-bomba.A violência sectária contra alvos sunitas e xiitas é praticamente diária desde que, em 22 de fevereiro, a cúpula da mesquita de Samarra (100 quilômetros ao norte da capital), um dos 12 santuários venerados pelos xiitas de todo o mundo, foi alvo de um ataque terrorista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.