Atentados deixam ao menos 60 feridos no sul da Tailândia

Dois artefatos explodiram na província de Narathiwat, em frente a uma cafeteria e em um estacionamento

Efe,

04 de novembro de 2008 | 05h45

Pelo menos 60 pessoas ficaram feridas nesta terça-feira, 4, na explosão de duas bombas ativadas por telefone celular na conflituosa região sul da Tailândia, castigada desde 2004 pela violência separatista, informaram fontes policiais. Os dois artefatos - de fabricação artesanal - explodiram na província de Narathiwat, um deles em frente a uma cafeteria, e o outro em um estacionamento nas proximidades de um mercado e de um prédio governamental onde acontecia uma reunião de autoridades locais. Os dois atentados foram atribuídos pela Polícia a insurgentes islâmicos. Cerca de 3.500 pessoas perderam a vida no sul da Tailândia desde que os rebeldes islâmicos retomaram a luta armada em janeiro de 2004, após uma década de pouca atividade guerrilheira.

Tudo o que sabemos sobre:
Tailândiaatentadobombaataque

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.