Atentados deixam pelo menos 32 mortos no Iraque

Pelo menos 32 pessoas foram mortas hoje em atentados no Iraque. Na manhã, pelo menos doze pessoas morreram e 36 ficaram feridas quando dois carros-bomba foram detonados em um distrito comercial no centro da capital iraquiana, informaram autoridades locais. Em um outro ataque, realizado por uma mulher-bomba em Balad Ruz, uma cidade 90 quilômetros ao norte de Bagdá, 20 pessoas foram mortas e 30 ficaram feridas, informou um comandante graduado da polícia iraquiana. A maioria dos mortos no ataque em Balad Ruz é de policiais.Mais cedo, em Bagdá, funcionários iraquianos disseram que, além das vítimas, a explosão dos dois carros-bomba incendiou ou danificou de alguma forma dezenas de carros que passavam ou estavam parados nas proximidades do local do ataque, ocorrido no bairro de Karradah. As informações foram fornecidas por um policial e por um funcionário do hospital Ibn al-Nafis, que conversaram com os jornalistas sob a condição de anonimato.De acordo com as fontes, uma das explosões ocorreu diante de um restaurante próximo de um tribunal em Karradah e outra aconteceu diante de uma repartição pública responsável pela emissão de passaportes. Já no ataque em Balad Ruz, a mulher-bomba invadiu a casa de um ex-comissário da polícia local, que ficou um ano detido na prisão americana de Camp Bucca. O comandante policial foi libertado hoje mais cedo e havia recebido amigos e parentes para um banquete em comemoração à sua libertação, quando a mulher-bomba entrou na casa e detonou os explosivos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.