Atentados matam 14 pessoas no Iraque

Uma série de atentados matou 14 pessoas neste sábado no Iraque, um dia depois de um bombardeio do exército contra militantes ter vitimado 11 pessoas em Falluja, informaram autoridades do país.

AE, Agência Estado

10 Maio 2014 | 10h20

Os oficiais de polícia disseram que o maior ataque deste sábado aconteceu em Dujail, há 80 quilômetros ao norte de Bagdá, quando um suicida jogou o seu carro carregado de explosivos contra um posto de segurança, matando seis membros das forças de segurança e um civil. Há o relato de 15 feridos.

Mais cedo, as autoridades disseram que a explosão de uma bomba em um mercado ao ar livre matou quatro pessoas e feriu outras 17 na cidade de Tarmiyah, ao norte da capital.

Outra bomba explodiu perto de uma patrulha de milicianos sunitas contrários à Al Qaeda em Dawr, há 130 quilômetros ao norte de Bagdá. Três combatentes morreram e dois ficaram feridos.

Autoridades médicas confirmaram os números de vítimas de todos os ataques. Os

funcionários falaram sob condição de anonimato porque não foram autorizados a

falar com os jornalistas.

Os ataques ocorreram um dia depois de o exército matar oito civis e três homens armados em Falluja, em uma operação contra rebeldes. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Iraque violência

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.