Atentados no Iraque deixam pelo menos 13 mortos e 35 feridos

Carro bomba explodiu próximo a campo de futebol, a 95 quilômetros da capital

25 de junho de 2012 | 14h53

Texto atualizado às 20h55

HILLA, IRAQUE - Pelo menos treze pessoas morreram e 35 ficaram feridas em atentados no Iraque, na região de Bagdá, segundo fontes médicas e de segurança.

Veja também:

linkExplosões matam 13 pessoas e ferem 100 em mercado de Bagdá

linkCarro-bomba deixa dois mortos e 15 feridos no Iraque

linkAtaque a bomba deixa 15 mortos em cidade iraquiana

Um carro bomba explodiu próximo a um campo de futebol em Hilla, a 95 quilômetros ao sul da Capital, matando oito pessoas e deixando 32 feridos, de acordo com o funcionário da polícia Ali Yasem e o médico Saad al Jafayi, do hospital da cidade.

Em Baquba, 60 quilômetros ao norte de Bagdá, uma bomba plantada ao lado de uma estrada matou cinco pessoas.

Na sexta-feira, uma série de ataques havia deixado 12 mortos no Iraque. Com as vítimas desta segunda-feira, 25, somam pelo menos 171 mortos em ataques no país desde 13 de junho, quando 72 pessoas morreram em ataques antixiitas reivindicados pela Al-Qaeda. Os xiitas e as forças de segurança do Iraque são o principal alvo de grupos sunitas armados.

Mais conteúdo sobre:
AtentadosIraquebombasmortes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.