Atirador acreditava em 'revolução'

Autor de massacres no centro de Olso e na ilha de Utoeya criticava 'dominação islâmica da Europa'.

BBC Brasil, BBC

25 de julho de 2011 | 11h21

O autor do massacre da ilha de Utoeya, Anders Behring Breivik, compareceu pela primeira vez a uma audiência na Justiça norueguesa.

O homem de 32 anos se descreve em sua página do Facebook como um cristão conservador.

Ele confessou a autoria dos ataques a bomba contra prédios do governo noruguês no centro da capital, Oslo, antes de partir para um massacre contra jovens que participavam de um encontro do Partido Trabalhista, na ilha ao noroeste da capital norueguesa.

Os dois ataques deixaram quase cem mortos.

Em entrevista às TVs, o advogado do atirador explicou que o homem acreditar que está fazendo uma revolução para mudar a sociedade.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.