Atirador ataca comício da nova premiê do Quebec

Uma pessoa morreu e outra ficou ferida quando um homem abriu fogo contra o comício de vitória da nova premiê do Quebec, na madrugada desta quarta-feira, em um clube noturno de Montreal, Canadá. Pauline Marois, recém-eleita primeira-ministra da província, foi retirada imediatamente do palco e o local esvaziado.

AE, Agência Estado

05 de setembro de 2012 | 09h41

Pauline, que liderou o partido Quebecois para a vitória na eleição de 4 de setembro na província canadense de língua francesa, fazia um discurso para centenas de partidários quando o homem de 62 anos começou a atirar. Ele fugiu para o lado de fora do clube e iniciou um pequeno incêndio antes de ser capturado. Sua identidade ainda não foi confirmada.

Marois havia acabado de declarar sua convicção de que o Quebec deve ser um país independente quando o ataque começou. A polícia disse que um homem de 45 anos morreu no local. Câmeras de segurança do clube mostraram que o atirador utilizou um rifle e uma pistola. Enquanto era levado pelas autoridades, o suspeito gritava em francês: "Os ingleses estão despertando!". As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.