Gabe Ginsberg/Getty Images/AFP
Gabe Ginsberg/Getty Images/AFP

Atirador de Las Vegas possuía 42 armas entre sua casa e o hotel em que estava hospedado

Autoridades locais encontraram 23 armas de fogo no quarto do Mandalay Bay em que Stephen Paddock estava e outras 19 em sua residência em Mesquite, a 130 km do local do ataque

O Estado de S.Paulo

03 Outubro 2017 | 08h32

LAS VEGAS, EUA - Stephen Paddock, o homem que matou 59 pessoas e feriu mais de 500 em uma troca de tiros ocorrida na noite de domingo, em Las Vegas, possuía um total de 42 armas entre sua casa em Mesquite, cerca de 130 quilômetros do local do ataque, e o quarto do hotel onde estava hospedado.

+ Com 1 atirador em ação por dia, debate sobre porte de armas retorna nos EUA

De acordo com Todd Fasulo, assistente do xerife do condado de Clark, que pertence a Las Vegas, as autoridades encontraram 23 armas de fogo no hotel de onde Paddock disparou contra o público que assistia a um festival de música country. Outras 19 foram encontradas em sua residência, em Mesquite.

Paddock, segundo explicou Fasulo, possuía também dois dispositivos que, colocados na culatra das suas armas semiautomáticas, lhe permitiam abrir fogo de forma completamente automática.

Além disso, a polícia encontrou no veículo de Paddock vários quilos de nitrato de amônio, um material utilizado para a fabricação de explosivos.

O atirador passou seus últimos momentos disparando contra a polícia através da porta de seu quarto no hotel Mandalay Bay, segundo relatou o xerife do condado de Clark, Joseph Lombardo.

Paddock atirou em um guarda de segurança e abriu fogo contra uma equipe da unidade de elite SWAT, formada por seis agentes que revistavam cada apartamento do hotel. "Acreditamos que o homem tirou a própria vida antes da nossa entrada em seu quarto", afirmou Lombardo. / EFE

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.