AFP
AFP

Atirador deixa um morto e seis feridos no Texas

Suspeito é funcionário do escritório onde ataque aconteceu; ainda não há informações sobre possíveis motivos

Redação, O Estado de S.Paulo

08 de abril de 2021 | 18h32
Atualizado 08 de abril de 2021 | 21h12

BRYAN, EUA - Uma pessoa foi morta e outras seis ficaram feridas após um atirador disparar em uma empresa de marcenaria em Bryan, no Texas -- entre elas, um policial estadual baleado durante uma perseguição que resultou na prisão de um suspeito.

O chefe de polícia de Bryan, Eric Buske, disse a repórteres que acredita que o suspeito é um funcionário do escritório Kent Moore Cabinets. Os disparos aconteceram nas baias de uma fábrica que produz armários.

Buske disse que o motivo dos disparos não estava claro.

O atirador havia sumido quando os policiais chegaram, disse Buske. O xerife do condado de Grimes, Don Sowell, disse que um suspeito do crime foi preso na pequena cidade de Iola, a cerca de 48 quilômetros de distância da fábrica.

O policial estadual que foi baleado enquanto perseguia o suspeito está em estado grave, mas estável, disse o Departamento de Segurança Pública do Texas no Twitter.



O Escritório de Álcool, Tabaco, Armas de Fogo e Explosivos enviou agentes e cães ao local do tiroteio, disse o porta-voz Deon Washington.

A polícia pediu às pessoas que se afastassem do local durante a investigação.

O governador do Texas, Greg Abbott, ofereceu orações pelas vítimas e suas famílias.

"Tenho trabalhado em estreita colaboração com o Departamento de Segurança Pública do Texas e os Texas Rangers, que auxiliam na aplicação da lei local em uma resposta rápida a este ato criminoso. Seus esforços levaram à prisão do suspeito do tiroteio", disse. /AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.