Atirador dispara contra carro do presidente turcomano

Um atirador não identificado abriu fogo hoje contra o carro quetransportava o presidente do Turcomenistão, Saparmurad Niyazov,disseram autoridades. Niyazov não foi ferido. Um dos guarda-costas de Niyazov ficou seriamente ferido e foi levado a um hospital. O ataque ocorreu na manhã de hoje enquanto o presidente dirigia-se de sua casa em Arshabil, para a capital Ashkhabad, cerca de 28 km de distância.O presidente convocou posteriormente uma reunião de emergência de seu gabinete a fim de discutir a aparente tentativa de homicídio, acrescentou. Na reunião, o presidente disse que dois ex-ministros - um do Exterior, Boris Shikhmuradov, e o outro da Agricultura,Imamberdey Yklymov - organizaram o ataque, divulgou a agência denotícias ITAR-Tass. Os dois ex-ministros fazem parte agora daoposição, segundo a agência.Niyazov tem reprimido oposicionistas, muitos dos quais fugirampara o exterior. Shikhmuradov, que também serviu como vice-primeiro-ministro e embaixador na China de 1993 a 2000, é procurado por autoridades turcomenas por supostamente ter furtado mais de US$ 25 milhões de fundos públicos e por tráfico de armas. Ele agora vive no exílio e acusa o presidente de ter transformado o Turcomenistãonum Estado policial.Niyazov, que é conhecido como Turkmenbashi - "Pai de Todos os Turcomanos" - governa a empobrecida, mas rica em petróleo, nação da Ásia Central com mão-de-ferro e desenvolveu um elaborado culto à personalidade, batizando cidades, mesquitas e aeroportos com seu nome.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.