Atirador fere 2 perto de palácio em Istambul e é morto

Um homem armado feriu a tiros um segurança e um soldado na entrada do Palácio Topkapi, em Istambul, nesta quarta-feira, e posteriormente foi morto a tiros, informou o Ministério do Interior. O homem foi identificado como Idris Naim Sahin, um cidadão líbio de 36 anos que havia entrado na Turquia no domingo. O Palácio Topkapi, que durante 400 anos foi a residência dos sultões do Império Otomano, das suas concubinas e dos grão-vizires, é um dos pontos turísticos mais visitados de Istambul.

AE, Agência Estado

30 de novembro de 2011 | 15h18

O motivo do ataque não está imediatamente claro. A Turquia apoiou o levante popular na Líbia contra o regime de Muamar Kadafi. A polícia turca disse que o homem líbio tinha cidadania síria. O governador de Istambul, Huseyin Avni Mutlu, disse que os feridos não correm risco de morrer. Mutlu disse que o atirador não fez nenhum pedido quando começou o ataque e que a polícia decidiu atirar para matar quando ele não quis se render.

As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.