Atirador fere 3 em universidade dos EUA e é morto pela polícia

Atirador fere 3 em universidade dos EUA e é morto pela polícia

Segundo a polícia, jovem agiu sozinho, mas motivação ainda está sendo investigada

O Estado de S. Paulo

20 de novembro de 2014 | 10h37


WASHINGTON - Pelo menos três pessoas ficaram feridas em um tiroteio ocorrido na madrugada desta quinta-feira, 20, na biblioteca da Universidade Estadual da Flórida, em Tallahassee, EUA.

Em seguida, ao se negar a largar a arma, o atirador foi morto pela polícia da universidade, informou a vice-presidente de assuntos estudantis do Estado, Mary Coburn.

Os três feridos são estudantes, informou Coburn. Um deles recebeu tratamento no local e dois foram levados para o hospital Tallahassee Memorial HealthCare. Um porta-voz afirmou que uma das vítimas está estável e a outra em estado crítico.

Segundo a polícia, o atirador agiu sozinho e não há mais situação de risco na universidade. O motivo do ataque ainda é investigado.


A universidade enviou aos estudantes uma mensagem de alerta sobre uma "situação perigosa" no campus pouco após a meia-noite, pedindo que buscassem um lugar seguro. Duas horas depois, (5h30 pelo horário de Brasília), a instituição anunciou em sua conta no Twitter que a área voltava a ser segura.

A polícia estima que estavam na biblioteca cerca de 300 a 400 estudantes, muitos estudando para as provas finais. As aulas desta quinta foram canceladas.

A Universidade Estadual da Flórida é uma das maiores do Estado, com cerca de 40 mil estudantes. /EFE e REUTERS

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
EUAtiroteioFlórida

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.