Atirador fere três e é morto em hospital no Alabama

Homem, ainda não identificado, abriu fogo quando percebeu a aproximação de dois policiais

Denise Chrispim Marin, correspondente em Washington,

15 de dezembro de 2012 | 17h45

WASHINGTON - Menos de um dia depois da tragédia de Newtown, três pessoas foram feridas neste sábado, 15, pelos disparos de um homem armado dentro de um hospital de Birmingham, no Estado americano do Alabama. O atirador, ainda não identificado, abriu fogo quando percebeu a aproximação de dois policiais e foi morto.

A polícia recebeu um chamado por volta das 4h (7h no horário de Brasília) do Hospital São Vicente sobre a presença do homem armado. Ele estava no quinto andar do prédio, um local de atendimento a pacientes cardíacos, onde circulava grande número de funcionários, segundo a porta-voz do hospital, Liz Moore. Internamente, o hospital emitiu o "código prata", de alerta aos funcionários sobre ameaça com arma de fogo.

Segundo Johnny Williams, sargento da Polícia de Birmingham, os dois policiais que atenderam ao chamado seguiram por caminhos diferentes até o suspeito. Ao vê-los, ele atirou e feriu um dos policiais e dois funcionários do hospital. A polícia está examinando as filmagens internas de segurança. Liz Moore informou que os funcionários recebem treinamento para lidar com situações como essa.

 
Mais conteúdo sobre:
atiradorAlabamaEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.