Atirador mata 18 passageiros de ônibus no Paquistão, diz polícia

Atiradores em motos atacaram na sexta-feira um ônibus no sudoeste do Paquistão, perto da fronteira com o Irã, deixando 18 mortos e 2 feridos, segundo a polícia.

Reuters

06 de julho de 2012 | 18h08

O ataque ocorreu quando o ônibus, com destino ao Irã, parou num comércio de beira de estrada na região de Kech, província do Baluchistão. A polícia disse que seis pistoleiros participaram do ataque, mas não havia outros detalhes imediatamente disponíveis.

Vários grupos militantes estão ativos no Baluchistão, maior e mais pobre província paquistanesa.

Muitos atentados anteriores foram atribuídos a separatistas da etnia baluche, mas também há militantes pró-Taliban ativos na província, que faz fronteira com o Irã e o Afeganistão.

Ataques de militantes sunitas contra membros da minoria xiita do Baluchistão têm se intensificado nos últimos meses.

(Reportagem de Gul Yusufzai)

Tudo o que sabemos sobre:
PAQUISTAOATENTADO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.