Dave Sanders/The New York Times
Dave Sanders/The New York Times

Atirador mata 2 perto de mesquita em Nova York

Um dos mortos era o imã da mesquita; polícia investiga se caso foi crime comum ou crime de ódio

O Estado de S. Paulo

13 Agosto 2016 | 20h55

NOVA YORK - O momento de oração em uma mesquita do Queens, em Nova York, foi interrompido na tarde deste sábado, 13, quando um homem armado próximo ao local atirou e matou duas pessoas – uma delas o imã da mesquita – e fugiu, informou a polícia, que ainda investiga se o caso foi um crime comum ou crime de ódio.

Misba Abdin, de 47 anos, é líder comunitário na região e disse que o imã foi atingido há cerca de duas quadras da mesquita e estava acompanhado de seu cunhado, que havia liderado uma das rezas deste sábado. 

“Ele (imã) era uma pessoa muito religiosa, piedosa e não tinha inimigos”, disse Abdin, acrescentando que o imã vivia perto da mesquita, frequentada principalmente por pessoas de origem bengali.

Segundo a polícia, o caso foi registrado inicialmente como roubo, mas a hipótese de crime de ódio ainda não havia sido descartada até esta noite.

As autoridades não divulgaram os nomes das vítimas, mas segundo emissoras locais, o imã morto era Maulama Akonjee. /NYT 

 

Mais conteúdo sobre:
Nova York Mesquita

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.