Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
REUTERS/Brian Snyder
REUTERS/Brian Snyder

Atirador de Charleston será julgado em julho de 2016, decide Justiça

Supremacista branco matou nove pessoas em uma igreja da comunidade negra da Carolina do Sul, em atentado que chocou EUA

O Estado de S. Paulo

16 de julho de 2015 | 13h02

CHARLESTON, EUA - Dylann Roof, acusado de matar nove pessoas em uma igreja em Charleston, na Carolina do Sul (EUA), no mês passado será julgado no dia 11 julho de 2016, segundo determinou o juiz JC Nicholson.

Roof foi chamado para depor nesta quinta-feira, mas permaneceu em silêncio durante os 25 minutos. O defensor público Ashley Pennington disse que não iria pedir para que Roof aguardasse o julgamento fora da prisão.

Nicholson afirmou que ele teria negado o pedido de qualquer maneira, dizendo que há risco de fuga, observando que ele foi preso em Shelby, na Carolina do Norte, no dia seguinte aos tiroteios. Roof não argumentou nenhuma vez.

Perguntado sobre a liberação dos registros policiais sobre a investigação, Nicholson disse que os registros não serão liberados antes de 22 de julho, de modo a dar aos promotores, aos advogados de defesa e membros da família tempo de se opor. /AP

Tudo o que sabemos sobre:
EUAatiradorCharlestonracismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.