Atirador teve passagens por crimes leves

Amigos e vizinhos de Michael Zehaf-Bibeau, de 32 anos, responsável pelo ataque ao Parlamento canadense na quarta-feira, disseram que ele tentou várias vezes abandonar as drogas.  A polícia negou ontem ele tivesse sido incluído em uma lista de "viajantes de alto risco" e chegado a ser impedido de obter a documentação para deixar o país. Zehaf-Bibeau era filho de um empresário de Quebec, Bulgasem Zehaf, que aparentemente lutou em 2011 na Líbia, e de Susan Bibeau, vice-presidente do Conselho de Imigração e Refugiados do Canadá.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.