Atiradores matam 10 em dois Estados norte-americanos

Dois crimes semelhantes resultaram na morte de dez pessoas na segunda-feira, 12, nos EUA. Em Salt Lake City, um homem invadiu um centro comercial e matou cinco pessoas, antes de ser morto pela polícia. Na Filadélfia, um outro criminoso cometeu suicídio após matar outras três pessoas, na sala de conferências de uma empresa.Durante o tiroteio em Salk Lake City, no Estado de Utah, várias pessoas foram atingidas. "Nós temos seis fatalidades aqui e múltiplas vítimas nos hospitais", afirmou a detetive Robin Snyder, à Associated Press. "O que posso confirmar é que o suspeito foi morto pela polícia".De acordo com testemunhas, após invadir o centro comercial e trocar tiros com a polícia, o homem foi encurralado em frente a uma loja de roupas infantis. "Eu vi os policiais chegando e trocando tiros com o homem", disse Barrett Dodds, proprietário de uma loja. "Depois, ele ficou encurralado, mas mesmo assim continuou atirando".Após o início da troca de tiros, Barb McKeown foi avisada por duas mulheres sobre o que estava acontecendo. "Só então que comecei a escutar os tiros, mais altos à medida em que iam sendo disparados". As cinco vítimas do atirados foram encontradas dentro do centro comercial.FiladélfiaNa Filadélfia, no Estado da Pensilvânia, um homem matou três pessoas antes de cometer suicídio, segundo a polícia. No entanto, de acordo com a imprensa de Washington, foram mortas quatro pessoas, além do atirador.Em entrevista coletiva, o subcomissário de polícia, Richard Ross, informou que o crime aconteceu na sala de conferências de uma empresa."É uma situação trágica, que não se esperava na Filadélfia", comentou Ross. O subcomissário não deu maiores informações sobre o crime e as vítimas.Este texto foi alterado às 11h21 para acréscimo de informações

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.