Atiradores palestinos matam cinco israelenses em Gaza

Palestinos armados atacaram um veículo israelense na entrada do assentamento judaico Gush Katif, na Faixa de Gaza, matando cinco pessoas - uma mãe e quatro crianças - e ferindo o motorista de um outro veículo, informou o Exército de Israel. Dois palestinos foram mortos. O ataque acontece quando o Partido Likud realiza um referendo sobre o plano do Primeiro Ministro israelense, Ariel Sharon, de se retirar da Faixa de Gaza. Ainda não se sabe como o incidente poderá influenciar a votação. Em contato com a Associated Press, o Jihad Islâmica e os Comitês de Resistência Popular ligados ao grupo se responsabilizaram pelo ataque "heróico", e alegam que se trata de uma resposta ao assassinato, pelo Exército israelense, do líder do Hamas, Ahmed Yassin, e seu sucessor, Abdel Aziz Rantisi. O Ministro da Defesa de Israel, Shaul Mofaz, cancelou as aparições que faria hoje para se reunir com oficiais de segurança e planejar uma resposta ao ataque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.