Ativista contra a guerra do Iraque quer concorrer ao Senado

A ativista Cindy Sheehan, que acampou próximo ao rancho do presidente norte-americano George W. Bush, no Texas, para protestar contra a permanência norte-americana no Iraque, afirmou que pensa em concorrer contra a senadora Dianne Feinstein nas próximas eleições.Sheehan se queixa do apoio dos legisladores da Califórnia à guerra no Iraque. "A senadora votou pela guerra. Ela não quer pedir o retorno imediato das tropas", afirmou em entrevista durante o Fórum Social Mundial na Venezuela.Kam Kuwata, coordenador da campanha de Feinstein, afirmou que a senadora não apóia George Bush e sua política de guerra. "Ela apenas não acredita que o retorno imediato das tropas é uma opção responsável", afirmou Kuwata.Sheehan iniciou seus protestos contra a guerra após ter seu filho Casey, de 24 anos, morto em conflito no Iraque. As primárias do Partido Democrata ocorrerão em junho, e os candidatos devem se inscrever até o dia 14 de fevereiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.