Ativistas atacam loja de casacos de pele em Roma

Ativistas dos direitos dos animais atacaram hoje uma loja da Fendi em Roma, e jogaram tinta vermelha nos casacos de pele ali vendidos. Cerca de 15 membros do grupo Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais (PETA, na sigla em inglês) participaram do ataque contra a loja, situada na luxuosa Via Borgognona, no centro histórico da capital italiana. Alguns ativistas, vestindo casacos de pele e roupas íntimas colocaram cartazes na janela onde se lia: "Os casacos estão mortos!" O protesto foi realizado ao mesmo tempo em que, em Milão, ocorre a semana de moda masculina. Um representante do grupo de defesa dos animais na Itália, Walter Caporale, classificou o uso dos casacos de pele por estilistas como "vergonhoso".

Agencia Estado,

17 Janeiro 2002 | 15h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.