Ativistas exigem que ex-ditador seja julgado

Dezenas de milhares de manifestantes tomaram ontem as ruas de Sanaa, capital do Iêmen, e de outras cidades do país. Eles exigem que o ex-ditador Ali Abdullah Saleh e seus parentes sejam julgados pela morte de manifestantes nos protestos do ano passado. Saleh deixou o poder no começo do ano, após um acordo intermediado pelos EUA e pelo Conselho de Cooperação do Golfo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.