Ativistas protestam contra morte de estudantes no Sudão

Ativistas sudaneses culparam as autoridades pelas mortes de pelos menos três estudantes e conclamaram novas manifestações.

Reuters

08 de dezembro de 2012 | 11h37

A polícia no Estado de Gezira, uma área agrícola ao sul da capital, Khartoum, confirmou que dois estudantes foram encontrados mortos em um canal, e um terceiro estaria desaparecido.

O Sudão havia evitado os protestos em massa que varreram boa parte do Oriente Médio, mas o aumento do preço dos alimentos e outras queixas vêm inspirando pequenas manifestações nos últimos dois anos.

(Reportagem de Khalid Abdelaziz e Alexander Dziadosz)

Mais conteúdo sobre:
SUDAOPROTESTOSESTUDANTES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.