Atlantis decola com laboratório espacial de US$ 1,4 bilhão

O ônibus espacial Atlantis decolou nesta quarta-feira com a peça mais cara e vital para a estação espacial internacional: um laboratório científico que custou US$ 1,4 bilhão. O Atlantis e sua tripulação de cinco pessoas partiu às 18h13 locais, com a lua cheia ao fundo, dando um certo esplendor ao espetáculo."É um excelente dia para voar", disse o diretor de lançamento Mike Leinbach aos astronautas, momentos antes da partida. "Desejamos a vocês boa sorte e que façam uma boa viagem."O laboratório Destiny, que custou US$ 1,4 bilhão, desenvolverá projetos científicos a bordo da estação orbital. Permitirá também que a agência espacial norte-americana (Nasa, na sigla em inglês) tome o controle da estação das mãos da agência espacial russa, algo que não seria possível sem os equipamentos de informática do módulo.

Agencia Estado,

07 de fevereiro de 2001 | 23h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.