Brian Blanco/Getty Images/AFP
Brian Blanco/Getty Images/AFP

Ato para incentivar votação na Carolina do Norte tem confronto e prisões

Marcha realizada no condado de Alamance teve cerca de 200 pessoas; policiais usaram spray-de-pimenta para dispersar a multidão e diversas pessoas foram presas

Redação, O Estado de S.Paulo

31 de outubro de 2020 | 19h56

Um ato político para incentivar cidadãos a irem votar terminou em confronto com a polícia neste sábado, 31, no condado de Alamance, na Carolina do Norte. Segundo informações da imprensa local, policiais usaram spray-de-pimenta para dispersar a multidão de cerca de 200 pessoas, e vários manifestantes foram presos.

Lindsay Ayling, uma estudante de graduação que participou do comício, disse à agência de notícias Associated Press que a polícia usou gás lacrimogêneo indiscriminadamente e sem motivo na multidão, incluindo crianças.

“A polícia estava procurando desculpas para usar spray de pimenta e prender membros da multidão”, disse a testemunha. O departamento de polícia de Alamance informou que realizaria uma entrevista coletiva ainda neste sábado à tarde para discutir as prisões.

 

O evento, intitulado "Eu Sou a Mudança", foi organizado pelo ativista Greg Drumwright, e começou como uma marcha que partiu de uma igreja da região até em frente ao tribunal local, onde um monumento confederado tem sido alvo de manifestações desde a morte de George Floyd.

A Carolina do Norte pode ser fundamental para decidir a eleição presidencial deste ano. O estado é um dos que não votam tradicionalmente em um partido específico e onde o presidente Donald Trump precisa vencer para aumentar suas chances de derrotar o democrata Joe Biden.  

Ao menos 90 milhões de americanos já votaram de maneira antecipada, o que representa 65% do total de eleitores de 2016, e indica um elevado nível de participação na disputa de 3 de novembro. /AP

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.