Ator toma posse e promete resolver crise da Califórnia

Arnold Schwarzenegger, do Partido Republicano, tomou posse hoje como 38º governador da Califórnia, completando uma meteórica ascensão de fisiculturista e astro de Hollywood a líder do Estado mais populoso e rico dos EUA, após histórica eleição de recall contra o governador democrata Gray Davis. Schwarzenegger, de origem austríaca, prestou juramento diante de uma Bíblia segurada por sua mulher, a jornalista Maria Shriver (sobrinha do ex-presidente John F. Kennedy), em uma cerimônia simples celebrada no Capitólio de Sacramento, capital do Estado. Cerca de 7.500 convidados assistiram à cerimônia, transmitida ao vivo por mais de 50 emissoras de TV de vários países. Entre os convidados estavam quatro ex-governadores e um grande grupo de famosos de Hollywood, como Danny de Vito, Linda Hamilton e Vanessa Williams, que cantou o hino nacional. Em um discurso de 15 minutos, Schwarzenegger prometeu resgatar o Estado de sua crise fiscal e reiterou sua promessa de governar "para os californianos e não para interesses especiais" e atuar como catalisador de todas as forças políticas do Estado. Schwarzenegger governará por três anos - período restante do mandato de Davis. O democrata foi afastado na eleição do dia 7 de outubro. Nesse prazo, Schwarzenegger deverá encontrar uma solução para a crise no Estado, que enfrenta um déficit fiscal de US$ 25 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.