Atos contra e a favor da guerra dividem Roma

A polícia dividiu em dois, neste sábado, o centro da capital italiana, onde foram realizadas duas grandes manifestações contrárias: uma, governista, em apoio à coalizão antiterrorista liderada pelos Estados Unidos; outra, contra o bombardeio no Afeganistão.Temendo um ato terrorista, autoridades proibiram vôos sobre a capital e fecharam estações do metrô e ruas.A "USA-Day", organizada pelo primeiro-ministro Silvio Berlusconi, contou com a participação de cerca de 100 mil pessoas. A marcha pela "paz e solidariedade com todos os povos oprimidos" reuniu uns 70 mil manifestantes.Cinco mil policiais foram mobilizados para impedir distúrbios violentos e principalmente manter os dois lados separados, já que as manifestações eram próximas.Apesar dos temores, foram registrados apenas alguns atos de vandalismo.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.