AP Photo/Matt Sayles
AP Photo/Matt Sayles

Atriz pornô ameaçou romper acordo de confidencialidade sobre caso com Trump dias antes das eleições

Em meados de outubro de 2016, o advogado de Stephanie Clifford escreveu um e-mail para o representante do magnata comunicando o cancelamento do pacto em razão da falta de pagamento

O Estado de S.Paulo

03 Março 2018 | 16h25

WASHINGTON - A atriz pornô Stephanie Clifford - conhecida na indústria como Stormy Daniels -, com quem o presidente dos EUA, Donald Trump, teria mantido um encontro sexual há anos, ameaçou romper o acordo de confidencialidade alcançado com a defesa do magnata dias antes das eleições presidenciais de 2016, segundo a imprensa local.

+ Advogado de Trump diz que pagou US$ 130 mil de seu próprio dinheiro à atriz pornô

+ A atriz pornô e a arte de negar o que se sabe

No dia 17 de outubro de 2016, pouco mais de três semanas antes das eleições de 8 de novembro, o representante legal de Stephanie escreveu um e-mail ao advogado de Trump, Michael Cohen, comunicando o cancelamento do acordo em razão da falta de pagamento.

+ Melania Trump volta ao cenário público no discurso de seu marido no Congresso

"Por favor, leve em conta que meu cliente considera o acordo cancelado", escreveu o advogado da atriz, Keith Davidson, em um e-mail ao qual teve acesso o jornal The Washington Post.

De acordo com esta informação, Cohen havia se comprometido a realizar um pagamento de US$ 130 mil para comprar o silêncio de Stephanie, mas ele foi atrasado porque o advogado quis criar uma empresa para a transferência.

Dias após receber o e-mail, Cohen realizou o pagamento a Stephanie, segundo reconheceu o próprio advogado em fevereiro, mas não chegou a esclarecer os motivos da transação.

Relembre: Trump ataca mulheres que o acusam de assédio sexual

A imprensa americana informou no fim de 2017 que pessoas próximas a Trump tinham chegado a um acordo para silenciar o encontro que ele manteve com a atriz pornô há uma década, quando já estava casado com a primeira-dama, Melania Trump.

Em 2016, o jornal The Wall Street Journal já havia publicado que Stephanie, de 38 anos, teria estado no canal ABC para dar uma entrevista sobre Trump, que não chegou a ser realizada.

Há algumas semanas, a revista The New Yorker publicou um artigo no qual afirma que a ex-modelo da Playboy Karen McDougal manteve uma relação secreta com Trump em 2006 e, assim como Stephanie, foi silenciada com dinheiro pouco antes das eleições presidenciais. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.