Eugene Hoshiko/AP
Eugene Hoshiko/AP

Atum é vendido por mais de R$ 1 milhão em leilão no Japão

Peixe de 405 quilos foi pescado no norte do país e comprado por dono de uma cadeia de restaurantes

O Estado de S.Paulo

05 Janeiro 2018 | 06h39

TÓQUIO - O primeiro leilão de atum do ano no mercado de peixe de Tsukiji - o maior do mundo -, em Tóquio, no Japão, teve a venda de uma unidade de atum por mais de R$ 1 milhão. O local é famoso no país pelos preços exagerados. 

Normalmente este tipo de peixe é vendido no leilão diário de Tsukiji por menos de R$ 270 por quilo, mas os preços subiram na primeira oferta do ano, que serve como promoção para os estabelecimentos e é um evento midiático no Japão. 

+ Para premiê, Japão enfrenta maior situação de perigo desde a 2.ª Guerra em razão de Pyongyang

Um atum vermelho de 405 quilos, pescado na província de Aomori (norte), chegou a ser adquirido por R$ 2.500 o quilo, ultrapassando a casa de R$ 1 milhão. O comprador foi Hiroshi Onodera, que é dono da cadeia de restaurantes local Ginza Onodera. 

"Tentei vencer o leilão desde o ano passado, então estou muito feliz", disse ele, cuja companhia tem estabelecimentos em Nova York e em Cingapura. "É muito especial porque é o último ano (do leilão) em Tsukiji". 

O recorde até agora é de R$ 4,4 milhões, quando o empresário Kiyoshi Kimura, dono de uma conhecida cadeia de restaurantes de sushi, adquiriu um enorme atum em 2013. O japonês, que se acostumou a oferecer o maior valor nos últimos anos, adquiriu nesta sexta um  exemplar de atum vermelho de 190 quilos por R$ 870 mil. 

O dia também marcou a despedida do tradicional local do leilão, inaugurado em 1935 no distrito central de Chuo, a margens do rio Sumida. Os leilões passarão a ocorrer em Toyosu, uma ilha artificial na região da capital japonesa. / EFE e REUTERS

Mais conteúdo sobre:
Atum

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.