Aumenta a tensão religiosa na Irlanda do Norte

Uma gangue protestante disfarçada de católica esfaqueou um adolescente na cabeça e aterrorizou uma motorista nesta segunda-feira, disse a polícia, enquanto se inicia sob forte tensão, na Irlanda do Norte, a temporada das marchas protestantes. Na rua conhecida como Limestone Road, uma verdadeira terra de ninguém que divide as duas comunidades rivais, protestantes e católicos atiraram pedras e garrafas uns contra os outros e em seguida se voltaram contra os policiais que chegavam em suas viaturas. À noite, a violência aumentou, com os manifestantes atirando coquetéis molotov e ateando fogo a dois veículos.À tarde, enquanto a polícia tentava conter os distúrbios na Limestone Road, um grupo de protestantes, usando camisas verde-e-brancas do time preferido dos católicos, o Glasgow Celtic - em lugar das azuis de seu time, o Rangers -, saíram à caça de católicos em Duncairn Gardens, outra rua das proximidades que divide os distritos das duas facções. Primeiro, a gangue se aproximou de uma motorista e perguntou-lhe qual a sua religião. Quando ela respondeu "católica", os integrantes do bando quebraram os vidros do carro, enquanto seu líder a esmurrrava. Eles a deixaram fugir, mas roubaram o automóvel. Em seguida, a gangue se aproximou de um jovem de 17 anos no momento em que ele descia do ônibus. Embora fosse protestante, disse que era católico, por causa da camisa dos atacantes. Tentou fugir, mas caiu no chão e foi esfaqueado três vezes na cabeça. Segundo a polícia, o adolescente foi hospitlizado, e seu estado é grave mas estável. Testemunhas disseram que os membros da gangue se refugiaram em seguida em Tiger´s Bay, um reduto de militantes protestantes nas imediações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.