Aumenta o número de mortos em Tsunami

Pelo menos 38 pessoas morreram vítimas de um tsunami que atingiu a ilha de Java na manhã desta segunda-feira. Pelo menos 18 ficaram feridas, dezenas estão desaparecidas e mais de dez mil abandonaram suas casas. A ilha é a mais povoada do arquipélago indonésio.A onda de dois metros atingiu praias e vilarejos de pescadores levando terror à população. Testemunhas contam que os sobreviventes subiram em árvores e se refugiaram em mesquitas na ilha."Ainda estamos reunindo dados. Pelas informações que recebemos até agora, dez corpos foram encontrados em Pangandaran", afirmou um voluntário ao jornal digital "Detik".Mais dois corpos foram encontrados nas praias da ilha de Cilacap, frente ao litoral sudoeste de Java, e outros dois apareceram em Gunung Kidul, província de Yogyakarta, em Java Central.Outras 18 pessoas ficaram feridas em um acidente de trânsito ocorrido quando as pessoas tentavam fugir para algum lugar seguro.Segundo testemunhas, dezenas de pessoas desapareceram nos povoados costeiros de toda a região depois que ondas de até cinco metros se abateram sobre as praias entre 15 e 20 minutos após um terremoto de 7,2 graus de magnitude na escala Richter.O epicentro do terremoto se situou a 355 quilômetros ao sul de Jacarta e a 48,6 quilômetros de profundidade, segundo a agência americana "Earthquake Hazard Program".Mais de dez mil pessoas se refugiaram em colinas e montanhas próximas por temerem um novo tsunami.A agência americana registrou três fortes réplicas depois do maremoto, de 6,1, 6 e 5,9 graus de magnitude, e cada uma delas espalhou o pânico entre a população local.O presidente da Indonésia, Susilo Bambang Yudhoyono, disse que a prioridade agora é retirar os moradores dos povoados costeiros e atender os feridos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.