Aumenta o número de refugiados angolanos no Congo

O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur) revelou nesta terça-feira que milhares de angolanos estão fugindo dos combates no país e se dirigindo para o vizinho Congo.O porta-voz do Acnur, Kris Janowski, afirmou que 250 pessoas estão chegando todos os dias na cidade fronteiriça de Kimvula, no leste do Congo. Mais de 3 mil novos refugiados chegaram a esta cidade desde que os soldados do governo e os rebeldes da UNITA voltaram a lutar entre si, no mês passado. Cerca de 9 mil refugiados angolanos, que escaparam dos combates em agosto, já estão em Kimvula.Antes do último fluxo de refugiados, o Congo já tinha cerca de 190 mil refugiados angolanos. Mais de 3 milhões de pessoas - cerca de um quarto da população angolana - teve de deixar suas casas em virtude dos combates que se desenrolam em Angola desde que o país se tornou independente de Portugal, em 1975.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.