Efe
Efe

Aumenta para 22 número de mortos por causa de chuvas no Japão

Embora as tempestades tenham diminuído, a agência meteorológica japonesa pediu que se mantenha a precaução perante possíveis deslizamentos de terra

Efe,

15 de julho de 2012 | 02h38

TÓQUIO - As fortes chuvas que caem há dias no sul do Japão fizeram o número de mortos aumentar para 22 nas províncias de Oita, Kumamoto e Fukuoka, onde oito cidadãos continuam desaparecidos, informou neste domingo, 15 a rede NHK.

Embora as tempestades tenham diminuído desde a noite de sábado, a Agência Meteorológica do Japão pediu que se mantenha a precaução perante possíveis deslizamentos de terra e transbordamentos de rios e canais, depois que Fukuoka e Oita registraram entre sexta-feira e sábado até 400 milímetros de precipitações.

A polícia continua a busca das oito pessoas desaparecidas nestas três províncias da ilha de Kyushu, onde a ordem de evacuação segue ainda em vigor para cerca de 120 mil pessoas.

A província de Kumamoto é onde as chuvas deixaram mais vítimas, já que pelo menos 18 pessoas morreram devido a deslizamentos de terra ou após suas casas caírem por causa das fortes precipitações.

Em Kyushu, a agência meteorológica mantém o alerta máximo na província de Fukuoka, e o alerta amarelo em Oita, Kumamoto, Kagoshima e Nagasaki.

Tudo o que sabemos sobre:
japãochuvadeslizamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.