AFP PHOTO / Yuri Cortez
AFP PHOTO / Yuri Cortez

Aumenta para 32 número de mortos em explosão de complexo petroquímico no México

Quatro corpos foram localizados no domingo em meio aos escombros causados pelo incidente, elevando para seis o total de pessoas ainda não identificadas; maior parte dos cerca de 100 feridos já recebeu alta

O Estado de S. Paulo

25 Abril 2016 | 10h12

CIDADE DO MÉXICO - O número de trabalhadores mortos em razão da explosão registrada em um complexo petroquímico no Estado mexicano de Veracruz na quarta-feira, 20, subiu para 32, após a descoberta de quatro corpos, informou no domingo a Petróleos Mexicanos (Pemex).

"No dia de hoje (domingo) foram encontrados quatro corpos. Deste modo, o número de pessoas mortas no acidente é de 32", detalhou em um boletim assinado junto com a companhia Mexichem, operadora da fábrica Petroquímica Mexicana de Vinil em sociedade com a Pemex.

"No momento, foram reconhecidos e entregues 26 corpos a seus familiares", acrescentou o boletim. Dos 32 mortos, ainda há 6 corpos que não foram identificados, assim como seis famílias procurando seis pessoas, afirmou a empresa. 

A unidade afetada, conhecida como Pajaritos, fica em Coatzacoalcos, Estado de Veracruz, e produzia policloreto de vinila. A explosão também deixou mais de 100 feridos, mas a maioria das pessoas já recebeu alta, segundo as autoridades. / EFE e AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.