Aumenta plantação de papoula no Afeganistão

A área plantada com papoula - planta da qual se obtém o ópio e também a heroína - cresceu de forma expressiva no Afeganistão, alimentando um comércio de narcóticos que põe em perigo os esforços dos EUA de estabilizar o país islâmico, revela um relatório preparado em conjunto pela CIA e Nações Unidas. O informe, que será divulgado nos próximos dias, afirma que agricultores afegãos plantaram 100.000 hectares com papoula neste ano até agora, contra 80.000 hectares cultivados em todo o ano passado. O conteúdo do relatório foi revelado pelo secretário-assistente de Estado, Robert B. Charles, durante uma audiência no Congresso americano. "Testemunhamos um nível recorde de cultivo de papoula em áreas que não eram utilizadas previamente para este propósito", afirmou Peter Rodman, secretário-assistente de Defesa para relações internacionais, que também participou da audiência legislativa. "Os traficantes estão se fortalecendo mais rápido que a capacidade das autoridades afegãs de combatê-los".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.