Aumenta pressão por saída imediata, indica pesquisa

Para 56%, dos entrevistados, as tropas devem deixar o país o quanto antes

Denise Chrispim Marin, O Estado de S.Paulo

22 de junho de 2011 | 00h00

Uma pesquisa do instituto Pew Research divulgada ontem indica uma alta de oito pontos porcentuais na parcela dos americanos que defendem uma retirada imediata do Afeganistão.


Veja também:

linkObama anuncia hoje plano de retirada gradual de soldados do Afeganistão

 

Para 56%, dos entrevistados, as tropas devem deixar o país o quanto antes. O presidente dos EUA, Barack Obama, defende uma retirada gradual dos soldados do país.

No último levantamento, feito na época da morte do líder da Al-Qaeda, Osama Bin Laden, esse porcentual era de 46%. A pesquisa mostra que 67% dos democratas apoiam a saída das tropas. Entre os independentes, esse número é de 57%, enquanto 43% dos republicanos partilham dessa opinião.

Apenas 39% dos consultados concordam com a permanência das tropas americanas até a estabilização do Afeganistão - em maio, eram 47%. Entre os que concordaram com a ação militar no país, iniciada em 2001, 58% acreditam no sucesso dos EUA na destruição da Al-Qaeda e do Taleban, contra 62% em maio. A pesquisa ouviu 1.502 pessoas entre 16 e 19 de junho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.