Aumentarei controle após explosão de oleoduto, diz Xi

O presidente da China, Xi Jinping, afirmou que a explosão de um oleoduto da petrolífera Sinopec em um porto no leste da China, que deixou pelo menos 52 mortos, representou uma chamada para que o país aumente o controle sobre a rede de oleodutos do país.

AE, Agência Estado

25 de novembro de 2013 | 06h05

De acordo com a agência de notícias estatal Xinhua, o presidente chinês disse que a segurança deve ser melhorada, que as inspeções devem ser mais frequentes e que as punições contra as violações devem ser mais rígidas.

Xi acrescentou que os operadores dos oleodutos devem continuar a efetuar inspeções e aplicar uma política de "tolerância zero" para as violações. "Também devem haver inspeções surpresa", afirmou Xi. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
chinaxiexplosãosinopec

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.