Aumento em temperaturas causa morte de corais na Indonésia

Um aumento dramático nas temperaturas do oceano próximo à província de Aceh, na Indonésia, causou a morte de grandes áreas de corais. Cientistas temem que as consequências possam ser muito maiores do que imaginado inicialmente e uma dos piores na história da região.

DAVID FOGARTY, REUTERS

17 de agosto de 2010 | 10h02

O branqueamento das corais -- devido à remoção das algas de dentro de seus tecidos por conta de altas temperaturas -- foi registrado pela primeira vez em maio depois de um aumento repentino nas temperaturas no mar Andaman, entre a ponta norte da ilha de Sumatra até a Tailândia e Mianmar.

Uma equipe internacional de cientistas estudando o processo de branqueamento descobriu que 80 por cento de algumas espécies havia morrido desde a primeira avaliação em maio.

Espera-se que mais colônias de corais morram nos próximos meses, o que poderia ser um desastre para as comunidades locais que dependem dos recifes para alimento e dinheiro proveniente do turismo.

"Minha previsão é que o que estamos observando em Aceh, que é extraordinário, são índices de mortalidade semelhantes ocorrendo em todo o mar Andaman", disse Andrew Baird da University Cook em Townsville, no estado australiano de Queensland.

Caso isso aconteça, seria o pior branqueamento já registrado na região.

O processo também se insere no padrão de condições climáticas extremas, desde ondas de calor a inundações, que atingiram diversas regiões do mundo neste ano.

Entre abril e final de maio, as temperaturas na superfície do mar Andaman aumentaram para 34 graus Celsius, 4 graus acima da média histórica, segundo o site Coral Hotspots da Administração Nacional de Oceanos e Atmosfera dos EUA.

Tudo o que sabemos sobre:
INDONESIACORAIS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.