Patrick Hamilton / AFP
Patrick Hamilton / AFP

Austrália anuncia novas medidas de apoio aos agricultores ante crise de morangos com agulhas

Premiê Scott Morrison diz que haverá um reforço dos controles de exportação para tranquilizar os clientes estrangeiros e financiamento de estudos para criar embalagens que evitem a manipulação das frutas

O Estado de S.Paulo

27 Setembro 2018 | 09h49

SYDNEY, AUSTRÁLIA - O primeiro-ministro da Austrália, Scott Morrison, anunciou nesta quinta-feira, 27, novas medidas de apoio aos agricultores depois que casos de morangos com agulhas dentro das frutas provocaram uma onda de pânico no país e na região. 

Morrison anunciou o reforço dos controles de exportação para tranquilizar os clientes estrangeiros, assim como o financiamento de estudos para criar embalagens que evitem a manipulação dos morangos ou análises com raios X.

"Também estamos trabalhando para melhorar a comunicação na rede de abastecimento para os mercados internacionais", declarou o chefe de governo.

A crise também afeta a Nova Zelândia, onde foram encontradas agulhas em morangos australianos importados. Nesta quinta-feira, a rede de supermercados de Cingapura NTUC FairPrice confirmou a suspensão, por precaução, das importações dessas frutas da Austrália.

Os consumidores australianos estão mobilizados para apoiar os produtores. "Seja quem for o idiota que começou isto, sua idiotice foi completa e totalmente esmagada pelo bom caráter dos australianos que estão ao lado de nossos produtores de morangos", disse o premiê. / AFP

Mais conteúdo sobre:
Austrália [Oceânia] morango

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.