Austrália anuncia que manterá as suas tropas no Iraque

O primeiro-ministro australiano, John Howard, reafirmou nesta quarta-feira que não retirará as tropas postadas no Iraque, embora o Reino Unido tenha anunciado uma retirada parcial das suas.O Governo da Austrália confirmou o envio de 50 a 70 instrutores ao Iraque, prometido esta semana. Howard disse em entrevista coletiva que pode entender as razões do Governo britânico para tomar a decisão, mas que manterá os 550soldados que tem em Tallil, no sul do Iraque.O ministro de Relações Exteriores australiano, Alexander Downer, observou que o Reino Unido não retirará suas tropas, apenas reduzirá o efetivo. O processo, afirmou, tem como objetivo transferir a responsabilidade sobre a segurança no país às forças iraquianas.Para o ministro da Defesa, Brendan Nelson, a retirada parcial britânica simboliza o progresso no sul do Iraque, onde está a maior parte das tropas do Reino Unido."Os britânicos, que têm 5 mil soldados em Basra, dez vezes mais que a Austrália, não estão abandonando o Iraque", declarou Nelson à rádio australiana "ABC".A decisão britânica, acrescentou, não tem nada a ver com o plano americano de enviar mais 21.500 soldados ao Iraque, especialmente a Badá. "É preciso lembrar que 60% da violência saem de Bagdá e da província de Anbar. O resto do Iraque é muito diferente", afirmou o ministro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.